Mundo Violento

   
 

Morte de ‘estrela’ do reggae consterna África do Sul

Lucky Dube assassinado

O cantor Lucky Dube, um dos artistas mais populares da África do Sul, foi morto à queima-roupa esta quinta-feira à noite, em Joanesburgo, durante um assalto. O seu mais recente disco, ‘Respect’, foi lançado em Abril passado.

O reggae ficou mais pobre esta semana com a morte do músico Lucky Dube, aos 43 anos. O cantor, um dos mais prestigiados da África do Sul, foi assassinado a tiro quinta-feira, em Joanesburgo, durante um assalto e na presença dos dois filhos menores.

O assassinato da ‘estrela’ do reggae desencadeou esta sexta-feira uma onda de consternação na África do Sul, com fortes críticas à atitude do Governo face à criminalidade.

Recorde-se que o primeiro álbum de Lucky Dube, ‘Rasta Never Die’, foi proibido de passar nas rádios sul-africanas. Só depois de discos como ‘Slave’, ‘Prisioner’ e ‘Together As One’ é que o artista foi projectado internacionalmente. O cantor lançou 21 discos.

Lucky Dube  iniciou a carreira cantando na língua zulu, tendo gravado os seus primeiros discos nos anos 80, A partir de 1984 passou a dedicar-se ao reggae, inspirado na luta contra o ‘apartheid’.

No passado dia 15, o actor Patrick ‘Kid’ Mokoena – que se notabilizou na série televisiva ‘Soul City’, foi também assassinado a tiro num bar na zona de Jeppe, perto do centro de Joanesburgo.

 

Dube reggae

Fonte :http://expresso.clix.pt

Anúncios

About the post

Informe Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s