INOCENTES OU CULPADOS?

 

Detidos na operação Jaleco Branco, na BA, começam a ser liberados

Plantão | Publicada em 25/11/2007 às 20h48mibahia.com

SALVADOR – Começaram a ser liberados os acusados de envolvimento em licitações fraudulentas que foram detidos pela Polícia Federal na Operação Jaleco Branco, realizada na última quinta-feira.

O empresário Afrânio Matos, o presidente do TCE, Tribunal de Contas do Estado, Antônio Honorato, e a procuradora geral da UFBA, Ana Guiomar, foram ouvidos no sábado e soltos na madrugada de domingo mediante alvará de soltura expedido pela ministra do STJ, Eliana Calmon.

Os depoimentos dos outros envolvidos foram retomados neste domingo, no departamento da Polícia Federal, em Brasília. O ex-presidente do Esporte Clube Bahia, Marcelo Guimarães, deve ser ouvido na segunda-feira.

De acordo com investigações da Polícia Federal, há mais de dez anos, empresas de prestação de serviço nas áreas de limpeza, conservação e segurança combinavam preços para ganhar concorrências públicas e, principalmente, para conseguir contratos em situações emergênciais, quando a licitação é dispensada.

Anúncios

About the post

Informe Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s