Brasileiro que viver muito corre o risque de morrer de fome e sem aposentadoria.

 

 

 

 

Lendo um informativo da oposição O Rodoviário. Parei para refletir sobre o desrespeito com os trabalhadores Brasileiros por parte das autoridades políticas do nosso país. Principalmente se tratando da aposentadoria do trabalhador, seja ele rodoviário, motorista, tratorista, doméstica, médico e etc.

 

 

Aposentadoria. Permitido mpara maiores de 60 Acompanhados dos pais. FHC.LULA

 

 

Segundo o informativo nos últimos dias tem havido muito choque de informações a respeito do decreto baixado pelo Presidente da Republica, referente à aposentadoria especial que inclui a categoria de motoristas e cobradores. O decreto presidencial regulamentou os pleitos concedidos até 1995 e ampliou os benefícios até 1998. O decreto estabelece que o trabalhador que contribuiu de 1988 a 1998 tem direito a adicionar os 1.4 e passa a contar 14 anos em 10 trabalhados. Assim como, quem trabalhou 20 anos antes de 1998, soma 28 anos, ficando faltando 7 anos para completar os 35 anos exigidos pela previdência.

 

Só que isso ainda não é a bomba da vez, o Brasileiro que viver muito corre o risco de passar fome viver na miséria para sustentar os luxos dos nossos políticos ladrões que sempre dão um jeitinho para tirar o dinheiro do trabalhador que viveu na escravidão e ate hoje ainda é escrevo dos senhores escravocratas e capitalistas.

 

Entretanto, no meio desse processo que segundo o informativo já não era bom, surgiu mais um obstáculo ruim para o trabalhador: O FATOR PREVIDÊNCIÁRIO criado por FHC em fim de mandato. Essa medida delimitadora, que está vindo à tona agora por causa das aliterações sociais no índice de desenvolvimento humano (IDH), baseado segundo o informativo, na expectativa de vida dos brasileiros e é usada como base de calculo para definir o valor dos salários que os trabalhadores receberão em caso de aposentadoria.

 

Eu já estou preocupado se chegar a viver até meus 80 ou 100 anos o que pretendo vou ficar sem o meu salário, já que até lá outras leis e decretos serão criados para me lascar em banda e me deixar fudido.  Essa é a forma que vejo para me expressar não fui educado para ser hipócrita e nem demagogo. Falo o que acho que devo falar e quem não gostar que se foda. Estou indignado com tanta falta de respeito com nós trabalhadores.

 

Ainda no informativo até 2003, a nossa  expectativa de vida  era de 71.3 anos de idade e assim, como 35 anos de contribuição (mesmo com 1.4) e 53 anos de idade, o rodoviário  no caso da questão, podia se aposentar com um salário ainda maior  do que o recebido quando estava na ativa.

 

Só que no Brasil quem viver mais que 75 anos ou corre o risco de passar fome, com o seu salário reduzido a nada. E não tem o direito de ficar doente pos os planos de saúde não querem ter em seu quadro de clientes, pessoas maiores de 55 anos a não ser que o doente pague mais pelo plano caótico de algumas clinicas particular ou vá sofrer nos corredores de hospitais públicos. Nossa que lingüinha miserável? Duda você fala de mais.

 

Continuando hoje, contudo, o quadro mudou. Segundo os índices apresentados  pelo IBGE, a expectativa do brasileiro saltou para (75)anos de idade e, em  decorrência  disso, quem  vier a se aposentar com este  perfil citado, deverá  sofrer uma  redução salarial que variará entre (30 e 50% ). No caso um cobrador com esse perfil que outrora se aposentar com um salário de R$ 750,00 hoje, não receberá sequer R$ 500,00.

 

Entra governo, sai governo e estão sempre a criar dispositivos para massacrar o pobre do trabalhador, criam programas que leva o batalhador ao curral do matadouro para o desespero e sofrimento até a sua morte. Político nesse país é a melhor profissão os requisitos para preitear um cargo desses é: A Constituição diz assim: Art. 14º, parágrafo §3; § 3º São condições de elegibilidade, na forma da lei: a idade mínima de:
a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-Presidente da República e Senador;
b) trinta anos para Governador e Vice-Governador de Estado e do Distrito Federal;
c) vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado Estadual ou Distrital, Prefeito, Vice-Prefeito e juiz de paz;
d) dezoito anos para Vereador. Alem disso o candidato de ser: cara se pau, mentiroso, covarde, corrupto diplomado, fraudador, preguiçoso alem de ter boa aparência para iludir as piriguetes a votar nele.

Finalizando a leitura sobre o informe. O Ministro da Previdência, Antonio Marinho, acena agora para barrar o famigerado ´´Fator Previdenciário´´. Na pratica é a reedição do projeto que FHC não conseguiu aprovar, onde força o homem a se aposentar com 60 anos de idade e 40 de contribuição e a mulher a trabalhar até aos 55 anos de idade e contribuir por 35 anos.

Se o povo não reagir eles aprovam tudo e lenha com o pobre do trabalhador que é igual a marido traído será o último, a saber, da traição.

fonte informativa:Informativo da Oposição no Sindicato dos Rodoviários da Bahia   CSC – Novembro de 2007  Contato: 8702-0178

 

Texto em cor Vermelho, comentário de  Duda da Bahia

Anúncios

About the post

Notícias e política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s