Minha cidade é de verão

 
 
29/02/2008 – 12h30

Chuva forte provoca alagamentos e destruição em Salvador

da Folha Online

A forte chuva que atingiu Salvador na noite de quinta-feira (28) provocou alagamentos e estragos em vários pontos da cidade. Ninguém ficou ferido, segundo a Defesa Civil Municipal, e não há registro de desalojados –pessoas que tiveram de sair temporariamente de suas casas– ou desabrigados –que tiveram estragos permanentes nas casas e não têm para onde ir.

Até as 12h desta sexta, foram recebidos 183 chamados na Defesa Civil. A maior parte se refere a alagamentos –39– devido ao transbordamento de canais que não suportaram o volume das águas da chuva, que atingiu toda a cidade. Os pontos mais atingidos foram o subúrbio ferroviário e localidades como Pituba, Ondina e Federação –no litoral.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), das 9h de ontem até as 9h desta sexta-feira, choveu o equivalente a 130,8 milímetros. A maior concentração se deu entre as 20h e as 23h. O índice registrado no período supera a média histórica para o mês de fevereiro, de 122,1 milímetros de chuva.

Equipes de diversos órgãos da Prefeitura de Salvador, como a SET (Superintendência de Engenharia de Tráfego), Limpurb (limpeza urbana), Sesp (Secretaria Municipal de Serviços Públicos) e Defesa Civil percorrem as localidades atingidas para averiguar a extensão dos danos.

Vários carros que estavam parados nas ruas foram inundados. Até as 12h, alguns proprietários ainda não haviam resgatado os veículos em localidades como Amaralina e Itaigara.

A contabilidade da Defesa Civil elenca ainda nove casas que sofreram desabamentos parciais e outros 23 muros que desabaram. Foram registrados ainda 21 deslizamentos de terra.

Mais chuva

Nesta sexta-feira o céu amanheceu claro e até as 12h fazia sol na cidade de Salvador. No entanto, segundo o Inmet, há possibilidade de mais episódios de chuva forte ao menos até domingo.

Segundo o Inmet, a tempestade que atingiu Salvador é resultado de passagem de uma massa de ar frio vinda do Sudeste do país, que em encontro com uma de ar quente provoca a instabilidade na região. A situação deve persistir ao menos até domingo, quando está previsto o deslocamento da massa de ar frio.

Anúncios

About the post

Informe Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s