Baiano tem baixo QI segundo o Prof: Antonio Natalino Dantas

 

UFBA emite nota sobre avaliação do curso de medicina

Reitor acredita que desempenho ruim é por causa do boicote à prova.
Colegiado de professores deve tomar medidas contra as declarações do coordenador

O reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA ), Naomar de Almeida Filho, e o diretor da Faculdade de Medicina da Bahia, José Tavares Neto, emitiram uma nota pública nesta quarta-feira (30) para esclarecer quais serão as providências adotadas pela instituição por causa do baixo desempenho dos alunos do curso de medicina no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e também por causa das declarações do coordenador do curso, professor Antonio Natalino Dantas, que atribuiu a nota ruim ao "baixo QI dos alunos".

Na nota, a reitoria diz que ainda não recebeu oficialmente as informações sobre os resultados do Enade, mas que a primeira hipótese para a nota baixa dos alunos seria um boicote dos estudantes à prova. Se essa hipótese não ficar comprovada, o reitor diz que fará um diagnóstico detalhado do curso (estrutural e pedagógico) para avaliar o que precisa ser mudado.

 

O curso de medicina da UFBA obteve nota 2 no conceito Enade e no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), em uma escala de 1 a 5. Segundo o MEC, 17 instituições que serão supervisionadas serão notificada a partir da semana que vem e terão de apresentar um relatório justificando os problemas e propondo mundanças

Com relação às declarações do coordenador do curso sobre o QI dos alunos, o reitor afirmou que a opinião é apenas do professor Dantas e que cabe ao colegiado de professores tomar alguma medida contra isso. Leia abaixo a íntegra da nota oficial:

 
Nesta data, fomos informados sobre o desempenho no Enade dos alunos da Faculdade de Medicina da Bahia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ainda não nos foi dado acesso ao relatório do Inep, porém aproveitamos a oportunidade para esclarecer à comunidade baiana os seguintes pontos:

1) A primeira hipótese a se considerar para justificar o baixo desempenho dos alunos, seria um possível boicote do movimento estudantil ao processo avaliativo. Todos os cursos de graduação da UFBA submetidos à avaliação do Enade revelaram desempenho satisfatório, exceto aqueles cujo diretório acadêmico assumiu posição contrária aos processos avaliativos. Esta hipótese é reforçada pela constatação de que nossos alunos têm obtido excelentes resultados em processos seletivos de Residência Médica e em concursos públicos.

2) Caso esta hipótese não se confirme, precisamos considerar com responsabilidade a ocorrência de deficiências no ensino na Faculdade de Medicina da Bahia da UFBA. Nesse caso, será necessário um diagnóstico detalhado e cuidadoso para avaliar se enfrentamos problemas estruturais, com modelo curricular anacrônico, ou se o reduzido desempenho deve-se a queda de eficiência no processo pedagógico do referido curso.

3) Em qualquer das hipóteses, cabem medidas urgentes para superar tais resultados negativos, visto que os processos de avaliação são e serão cada vez mais relevantes para aplicação judiciosa de recursos orçamentários para a educação pública superior brasileira.

4) Independentemente da avaliação do Enade, algumas iniciativas já se encontravam em andamento, com a finalidade de aumentar a qualidade da formação médica em nossa instituição. Dentre essas, destacam-se:

a) Reforma curricular, aprovada pelo Colegiado de Graduação em medicina da Faculdade;

b) Adesão ao programa Pró-Saúde e aprovação do projeto pelo Ministério da Saúde;

c) Ampliação do Sistema de Saúde da UFBA, visando uma maior integração ao SUS-Salvador;

d) Incorporação dos distritos sanitários Barra / Rio Vermelho e Centro Histórico como campos de prática de ensino da UFBA, na condição de Território Integrado de Ações em Saúde;

5) O Coordenador do Colegiado de Graduação de medicina, professor Antonio Natalino Manta Dantas, divulgou na imprensa posições próprias, referentes aos motivos do baixo desempenho dos alunos na avaliação, que rejeitamos frontalmente. Nesse aspecto, cabe à Congregação da Faculdade de Medicina da Bahia da UFBA a imediata tomada de medidas acadêmicas e administrativas cabíveis.”

Salvador, 30 de abril de 2008.

Naomar de Almeida Filho – Reitor da UFBA

José Tavares-Neto – Diretor da FMB/UFBA 

Fonte informativa: http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL450325-5604,00-UFBA+EMITE+NOTA+SOBRE+AVALIACAO+DO+CURSO+DE+MEDICINA.html

 

Caso queira ver a matéria e o vídeo  Cole este endereço na sua barra de navegação

Atenciosamente: Duda da Bahia

Anúncios

About the post

Informe Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s