Pobre celular.

Mais uma vez eu venho contar as minhas observações de fiel
passageiro de coletivo ou buzú o denominado ônibus. Sentado em uns dos bancos do
veiculo observava um amigo passageiro que entrou e se sentou no banco da morte
(Aquele banco único que fica do lado da porta de desembarque e quando há um
choque o sujeito é o primeiro a conhecer o homem da foice) portava ele uma pasta
que por sinal era muito bonita os seus trajes também bem limpos a pesar de sua
camisa ser da cor rosa, não tenho nada contra a cor mais rosa? Derrepente o seu
celular toca Priii!!!trommm!!!!….. O cara retira da citada pasta um aparelho
todo remendado, e para manter o coitado funcionando, colocou fita isolante
preta, que ridículo o celular do sujeito era mais antigo que a Bahia se tratando
de antiguidade e para completar ele resolve recorta as pontas da fita com o
cortador de unhas e eu como sempre atento a tudo e a todos, passeio de ônibus é
mesmo muito cultural quem anda de ônibus é artista, ate em breve e não de mole
que estarei de olho em você.
Anúncios

About the post

DUDA DA BAHAIA É O PASSAGEIRO DO ÔNIBUS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s