Lei proíbe prisão de eleitores a partir desta terça

Imunidade para os eleitores

 

Afim de que nada dê errado antes, durante, e depois das eleições. A lei eleitoral do Brasil, da imunidade aos eleitores em uma estratégia política criada para que nenhum eleitor deixe de votar. A não ser por força maior e a prisão deverá ser justificada. Na política é assim, se for algo em favor deles tudo pode se for a favor do povo nada pode. Isso é o Brasil. Portanto vote consciente. VOTE BRANCO OU NULO.

 

Leia a matéria a seguir.

Lei proíbe prisão de eleitores a partir desta terça

28/09/2010 às 15h21min

Brasília – Nenhum eleitor, a partir de hoje (28), poderá ser preso ou detido, a não ser em casos de flagrante, desrespeito a salvo-conduto ou prática de crimes inafiançáveis como tortura, tráfico de drogas e crimes hediondos. A determinação está no Código Eleitoral e será válida até a próxima terça-feira (5), 48 horas após as eleições.

A lei também proíbe a prisão de candidatos, membros da mesa na sessão eleitoral e fiscais de partido. A não ser em casos de flagrante delito e com a análise do juiz competente para verificar a legalidade do ato.

Segundo o calendário eleitoral, hoje também é o último dia para os partidos políticos e coligações indicarem aos juízes eleitorais representantes para o Comitê Interpartidário de Fiscalização.

  

Anúncios

About the post

Não categorizado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s